Estamos no Canada!!!

quinta-feira, 13 de novembro de 2008

Nossa entrevista...

Bem pessoal, quero começar dizendo que estamos muito felizes, um sentimento que eu particularmente nunca senti, a Gleice tb esta transbordando de felicidade. Agradeço muito a Deus por mais está benção, agradeço tb a todos meus amigos que ficaram na torcida, aqui e lá no Canadá, o pessoal do meu trabalho, é muito bom sentir o carinho de todas essas pessoas e ver que verdadeiramente elas gostam da gente, que nos apóiam que estão juntos o tempo todo, muito obrigado a todos mesmo, agradeço tb a atenção e voto de confiança que a Mme Judith Grenon nos deu, foi fundamental.
Bem, mas sem mais delongas...
Nossa entrevista estava marcada para o dia 12/11 às 9:15. Chegamos em São Paulo dia 11/11 às 13:30, o vôo foi tranqüilo, pegamos um taxi e fomos direto para o hotel, ficamos hospedados no Quality Berrini ao lado do Othon, ambos são altamente indicados. Saindo do hotel e parando na rua em frente dele, se vc olhar pra esquerda no final da rua do outro lado da pista vc já avista o prédio Berrini 1511 do Escritório, e se olhar pra direita vc avista o World Trade Center prédio onde fica o Consulado Geral do Canadá, a poucos passos vc chega neles, muito boa a localização, o que facilitou tudo.Ainda no dia 11 demos uma voltinha por ali, fomos no World Trade Center onde tem um shopping, almoçamos lá mesmo. A Gleice não tinha conseguido fazer a unha em Brasília ai lá ela conseguiu um salão pra fazer, fui pro hotel pra esperar ela até que ela terminasse. Quando ela terminou, me ligou, então fui lá buscá-la.
De volta ao hotel relaxamos um pouco, assistimos a um filme no telecine ai depois treinamos um pouco pra entrevista, pedimos uma janta e depois fomos dormir, a Gleice dormiu antes, eu fui terminar de organizar a pasta e outras coisas pro dia seguinte e depois tomei meu banho, fui deitar já era meia noite, a Gleice dormia igual uma pedra... hehehe... Mas tb pudera né, a cama era king size, super confortável, impossível não dormir bem.
Acordamos no dia seguinte às 6h da matina, pedimos um ferro de passar para passar as roupas, nos arrumamos e descemos pra tomar café. Terminamos o café e ainda eram 8h, então voltamos para o quarto e começamos a arrumar nossas coisas, quando deu 8:40 fomos então para o escritório, chegamos lá e nos identificamos e ficamos esperando a autorização para subir, faltando uns 5 minutos para as 9h nos mandaram subir.
Enfim a entrevista... rsrsrs
Chegamos lá e ficamos aguardando na sala de espera, logo após chegou um casal que tb iria fazer a entrevista, quando deu umas 9:20 saiu uma mulher loira da sala do Monsieur Eddie e diz que ainda demoraria uns 5 minutinhos, fiquei torcendo pra ser Mme Judith nos chamar, quando deu 9:35 a Mme Judith sai de sua sala e nos chama, pensem numa pessoa que soltou fogos de artifício na imaginação... hehehehehe
Bem, entramos em sua sala ela já foi cordial, perguntou como estávamos e pediu para sentarmos, ela olhando nossos forms ela brincou com a Gleice, a chamando de Grace Kelly, nome de princesa, que o nome dela era Gleice, mas que todos no Canadá a chamariam de Grace, que era pra ser chamada de Grace de agora em diante, perguntou quem foi que colocou o nome dela escrito daquela forma, como Gleice.
Manteve o ambiente descontraído o tempo todo, ficamos tranqüilos. Então ela disse que iria começar a entrevista, que iria começar pedindo os passaportes e que logo em seguida pediria as certidões de nascimento, depois de casamento e as comprovações de trabalho (parte mais trash da entrevista, mas pra frente vcs vão ver o pq... rsrsrs).
Ok ela pediu os passaportes, nós mostramos, e ai foi dando a continuidade em tudo que ela disse anteriormente, até chegar na parte de comprovação de experiência de trabalho, nossa, ok ela foi me pedindo comprovação de todas as empresas que eu coloquei no formulário, ai entreguei uma declaração de uma empresa e ela perguntou se não estava assinado na carteira, disse que aqui tem empresas que não contratam na carteira e tal mas que tinha a declaração pra comprovar isso... Pra que... Essa mulher esbugalhou os olhos pra mim e disse que isso é trabalho negro, ilegal, pra sonegar impostos, perguntou se eu não pagava meus impostos, pq escolhi empresas que trabalham fora da lei... Nossa, ai ela falou um monte de coisa que eu já nem estava entendendo mais nada pq eu fiquei uma pilha de nervosos, só o que tinha na minha cabeça era: “agora ferrou, já era, vi o csq voando pela janela”, tentei mostrar minhas declarações de imposto de renda e tal mas ai não mostrava nada, e não sei mais o que, ai ok fui mostrando minha experiência profissional até chegar nas empresas que eu fiquei contratado na carteira, ela disse: “aaaah bom até que enfim”.
Bem, ela viu que fiquei muito nervoso com aquela situação, então ela voltou pra Gleice e foi ver a parte dela, ai ela começou a brincar novamente e voltou o clima descontraído, depois ela falou que isso tb acontece no Canadá mas que deveríamos tomar cuidado com essas empresas, ela disse que era melhor nem que ganhemos um pouco menos mas que seja um trabalho reconhecido, numa empresa reconhecida, que contrate mesmo, que não faça esse tipo de coisa ilegal, etc, etc, etc.
Ela viu nossas comprovações de estudo, e como vou me formar agora em dezembro ela viu a declaração da faculdade de que sou um futuro formando agora no final do ano, etc. Olhou meu histórico até o momento tb. Viu as comprovações de estudo da Gleice. Viu nossos testes de nível da Aliança Francesa e gostou muito do nível de Francês e tal. Ela perguntou então em inglês Do you speak english? Então respondi o que havia treinado o dia todo no dia anterior... heheheh... I speak a little bit, but my english is very rusty. Então ela continuou em francês, disse que seria necessário após terminar meus estudos de francês e após fazer um intensivo de inglês, pois era importante para a minha área de trabalho em Montreal, já que escolhemos ir pra lá, mas ela disse que entendeu direitinho meu inglês, etc. Ela elogiou minha profissão, disse que é uma boa profissão, mas que devo tomar cuidado se for trabalhar em agências de publicidade lá, pq ela disse que tem muitas que fazem o mesmo “trabalho negro” que ela se referiu no inicio, que era pra não sermos enganados, pesquisar bem sobre a empresa, pra ver se é uma empresa séria, etc.
Ai ela perguntou tb pra Gleice o que ela iria fazer lá e a Gleice disse que iria aperfeiçoar a língua e que iria tentar fazer a equivalência do diploma técnico de contabilidade lá, que iria tentar se aperfeiçoar, ai a Mme Judith virou pra ela e disse que seria melhor enquanto eu trabalho, ela fazer um curso no CEGEP que seria menos demorado e ela conseguiria uma boa qualificação com isso, e falou que ela poderia ir trabalhando em um horário alternativo enquanto estuda, mas pra tomar cuidado com esses trabalhos em restaurantes, etc, pra não ser passada pra trás tb, etc.
Então ela falou que faria de tudo ali pra nos passar, disse que iria para o computador pra fazer a avaliação. Nos deu o livrinho Aprendre Québec para lermos enquanto ela digitava lá no computador dela, ainda brincou dizendo que não tinha muita afinidade com computadores, sorriu, e ficou la digitando, usava a calculadora, ai ela colocou a mão no queixo, ai demos uma gelada, ela falou para ficarmos tranqüilo e respirar.
Depois de alguns minutos, virou pra gente e disse que iria imprimir um documento, que iria nos aceitar, mas que eu deveria mandar meu diploma pra ela pra poder anexar ao processo, ela disse que não poderia fazer isso, mas que pra nos ajudar ela aceitaria, mas isso poderia complicar ela, então ela disse que confiaria em nós, depois falou que acredita que somos muito capazes de chegar no Québec e fazer coisa muito melhores do que já fazemos, que tínhamos potencial pra crescer, etc.
Por hora pensei que ela só nos daria o CSQ após eu enviar o meu diploma, ela imprimiu um documento falando de como fazer pra ter o visto, falando que o CSQ não é um documento válido para entrar no Québec, que ele serve pra poder pedir o visto junto ao consulado, etc. Mas ai vimos a impressora imprimindo mais coisas, ai ela pega nossos CSQ e diz: "Félicitations, vous êtes accepté par le Québec". Meu olhos encheram de lagrimas, mas contive a emoção, eu a agradeci muito.
Bem, é isso ai pessoal, já demos entrada no nosso processo federal, agora que venham as próximas etapas do processo e nos vemos no Québec.
Me descupem pelo relato tão longo, 3 páginas do Word, aff... hehehehe

14 comentários:

Isis disse...

hauhaauhuahauauah.. no seu texto percebe-se claramente sua agonia, expectativa, euforia, surpresa..vixiii..um coquetel de sentimentos elucidados!! Mas que maravilha, fico tão feliz que estejam cada vez mais perto de onde tanto almejam, peço á Deus que lhes guardem sempre..! e continue a vos abençoar grandemente!
Como costumo dizer: Quando Deus está no negócio as coisas fluuuem!!

Beijos enormessss de coração!!
Da amiga que tem grande admiração e carinho pelos dois:

Isis Alves... snif snif.. mas é de fecilidade por vcs, estarei sempre na torcida.

Pellicano disse...

Caraca, eu achava que não conseguiria ler todo o depoimento, mas não consegui deixar de ler até o final!!! kkkkk!!!
Parabéns pessoal!!!!!
Ótimo!!! Tudo de bom para vocês!!!!

Beijos,
Pellicano.
(brasilia_canada).

valéria disse...

Olá amigos,
Relmente foi uma entrevista cheia de emoções, mas o que vale é que vcs conseguiram e agora se Deus quiser (e ele vai querer) as coisas vão ser mais tranquilas. Aproveitem agora pra buscar o máximo de informações que puderem sobre o local onde pretendem morar, entrem em contato com pessoas que moram no local e peguem todo tipo de informção possível!!!!!!!!
A gente se põe a disposição pra ajudar no que for necessário.
Um grande beijo, parabéns e boa sorte no federal!!!!!!!!!!

Alex e Valéria

Erisa disse...

Parabens :)))
Fiquei muito feliz em ver vcs sendo aceitos... e ainda bem que foi coma Judith... ja imaginou mostrar esses comprovantes de trabalho por Eddie??? Meu Deus :)

Gleice, encontrei la no orkut, em Maura me ajuda um topico sobre contabilidade.. depois da uma olhadinha, se é que vc ja nao o viiu :)

Abraços... à samedi...

Wellington disse...

parabéns... Montréal os espera.

Flavielle Martins disse...

Êêêêêêê!!!!! Estávamos torcendo por vcs, nao falei que era só manter a calma que dava tudo certo!
Parabéns e até o ano que vem!!!!
Abraço

Christiano R. Santos disse...

Muito legal o que vocês escreveram é isso mesmo, agora o destino é o Québec. Sabe que tenho uma duvida. Posso mandar os papeis para pedir o CSQ antes de terminar o curso superior?

Ricardo disse...

Christiano, em que pé está o seu curso, ta faltando quanto tempo pra vc se formar? pq eu já me formo no próximo mês, e a Mme Judith abriu uma exceção pra gente, pediu pra asim que receber o diploma enviar o mais rápido pra ela, pra anexar ao processo, eu dei entrada no processo na doida, fui agoniado, é um risco a se correr, já vi outras pessoas que receberam CSQ sem ter o nivel superior, mas isso foi a muito tempo, em 2006 por exemplo, naquela época era um pouco mais fácil, hj as exigências estão muito maiores, ai vai de vc avaliar um bocado de fatores, se vc ainda não esta formado então estude muito mais francês e inglês, vai se adaptando as exigências pq os pontos de um requisito pode preencher o que falta de outro e assim vai. Analise. Abraços!

O casal disse...

aeeeeeeeeeeeee...... todo mundo indo pro quebec...

dá-lhe madame judith!!!

vou abrir uma comunidade no orkut pra ela!!

Manu disse...

Parabeeeeeeeeennnsssss meus amigossss!!! Agora eu posso dizer: EU JÁ SABIA!!!! =D
Sempre soube que vcs passariam sem dificuldades. Estou orgulhosa de vcs, por tudo o que já passaram até aqui, todas as dificuldades serão recompensadas muito em breve, aqui na terrinha!!
Mas nao parem de pesquisar, hein!! Informação é tudo.
Bjaooooo e aguardamos nossos hóspedes ansiosamente!!! =D

Rogerio e Luciane disse...

Oi gente!!!
Estamos muitíssimos felizes em saber do resultado. Vcs merecem. Agora preparem o coração, pois está chegando mais perto ainda a partida de vcs do Brasil...Montréal lhes espera e nós também.
Félicitations

Luciane

Wellington disse...

oi Gleice, eu fui considerado francófono a Suzel não... mas eu não fiz a francisação pq comecei a trabalhar... então estou fazendo a francisação on-line. Mas a on-line vcs podem começar estando aí no Brasil
abraço e parabéns novamente

Arroz - Luiz Fabiano disse...

Parabéns casal!!!! Agora vem a fase da espera conjugar o verbo Attendre... Mas vai ser um tempo de estudo e principalmente planejamento, agora pra valer!!! Façam o plano A, B, C e contem sempre com a ajuda de Deus porque Ele vem com um plano D que sempre é para o seu bem!!!
Fiquem com Deus e paciência!
Nos vemos em breve.
Um abraço!!!
Fabiano

LiliX disse...

oi gente!
encontrei vcs lah na Pizzaria!heheheh
vou adiciona-los ao meu blog tah?
bjs

Radio-Canada | Grands titres

Radio-Canada | Montréal